Featured

Um certo Volpone

capasonhoEm fevereiro de 1985, a Rede Globo começava a apresentar para seu público das 19h, a controversa novela “Um Sonho a Mais”. Entre acertos e tropeços, a trama conseguiu uma das maiores médias de audiência do horário, mas também foi uma das mais criticadas. Por isso mesmo, percebe-se grande curiosidade de parte do público que não conferiu a trama de Daniel Más. Vamos relembrar essa história, afinal de contas, Um Sonho a Mais não faz mal. Leia mais

Rock Story – A novela de um roqueiro

Rock StoryA vontade de mudar, de fazer diferente, atropelada pela personalidade impulsiva e inconsequente de um homem que se coloca como mocinho e vilão de sua própria vida. ‘Rock Story’, próxima novela das sete, de Maria Helena Nascimento, com direção artística de Dennis Carvalho e direção geral de Dennis Carvalho e de Maria de Médicis, mostra a trajetória do roqueiro Guilherme Santiago (Vladimir Brichta), ex-astro do rock que será colocado à prova pelo destino e terá a oportunidade de fazer novas escolhas e tentar mudar sua história. Na trama, ambientada no Rio de Janeiro, amor e música caminham juntos, aproximando corações que têm os mesmos ideais. Leia mais

Léo Regis e o nascimento da boyband 4.4

Léo Régis (Rafael Vitti) pode ser o astro da atualidade e estar com a bola toda, queridinho pelas fãs e pela mídia, mas isso não significa que possa fazer o que quiser da vida, principalmente quando o assunto é dinheiro. Sua mãe, a ex-gari Néia (Ana Beatriz Nogueira), faz questão de saber de cada centavo que o cantor ganha ou gasta. A família, de origem humilde, morava em Mesquita, na região metropolitana do Rio, e conheceu o conforto depois que Lázaro (João Vicente de Castro) descobriu o talento de Léo e começou a cuidar da carreira do jovem, lançando-o para o sucesso. Leia mais

INTERATIVIDADE: Ela realmente existe?

Podemos entender por interatividade na televisão como uma habilidade de uma mídia de permitir que seu usuário (espectador) exerça influência sobre o conteúdo ou participe através de comunicação mediada.  A chamada interação sempre existiu, embora tenha ocorrido de forma determinada pela emissora para o espectador. Os exemplos mais tradicionais são a participação através de cartas, cupons que dão direito a sorteios, telefones, fax e até mesmo a interação nos programas de auditório que abriam uma nova via de comunicação que não mais a unidirecionada. Leia mais

Ela é… A Usurpadora

paolathmbO enredo não era inédito. Aqui no Brasil mesmo já tínhamos as recentes Ruth e Raquel, de Mulheres de Areia e Vivi e Fernanda, de Cara & Coroa. Porém, a aposta do SBT em comprar a trama da Televisa, escrita por Inés Rodena e adaptada por Carlos Romero deu certo.  Sua primeira exibição aqui ocorreu entre 22 de junho e 09 de novembro de 1999, acompanhando o sucesso estrondoso da trilogia das “Marias” de Thalia. Leia mais

De qual irmã você mais gostava?

irmasusurpadoraHouve uma época em que as tramas mexicanas possuíam protagonistas do mal. Rubi e A Madrasta são ótimos exemplos de telenovelas latinas com anti-heroínas.  Em A Usurpadora as personagens mais 0101lembradas estão centralizadas na família Bracho. E lá aconteceram os melhores embates entre a gêmeas. Podíamos torcer pela protagonista mocinha ou pela protagonista vilã. O que havia de tão peculiar nas personagens interpretadas por Gabriela Spanic? Leia mais

A bruxa anda solta nas novelas

halloweenthbE já que é Halloween, mesmo que o costumo seja próprio dos americanos lá de cima, o Tele Dossiê aproveita pra relembrar alguns personagens e histórias sobrenaturais que marcaram algumas de nossas novelas. Prepare seus apetrechos e patuás porque a viagem é sinistra. Leia mais

Pegou pesado e seu deu mal!

thumbtorreAlguns autores tentam ousar um pouco mais nos temas de suas histórias, mas às vezes pesam tanto a mão que o público rejeita. “Torre de Babel” (Sílvio de Abreu, TV Globo – 1998) foi um dessas novelas que precisou ser ajustada a toque de caixa para não explodir junto com o shopping, Mas não foi a única. Leia mais