Propriedades do rabo de cavalo

A cavalinha é uma planta que se lhe atribuem propriedades diuréticas e anti-inflamatórias, e daí que seja muito requisitada entre as pessoas que desejam emagrecer, eliminar líquidos ou depurar o organismo, através da eliminação de toxinas.


Propriedades do rabo de cavalo


Seu alto teor de silício, substância envolvida na formação de ossos e cartilagens, ajuda a prevenir a osteoporose e favorece o crescimento das unhas e cabelo.Também é utilizado para eliminar os cálculos renais e na bexiga, controlar o excesso de ácido úrico, para as infecções do trato urinário, tendinite, hemorróidas sangrantes, conjuntivite e utilizá-lo de forma externa, para o tratamento de doenças da pele, tais como dermatite, eczema ou feridas de difícil cicatrização.


Em geral, é uma erva muito segura e é muito difícil que produza efeitos adversos em pessoas saudáveis. Só tem algumas contra-indicações, no caso de pessoas com determinadas patologias, que devem consultar com um profissional antes de tomar rabo de cavalo.


Rabo de cavalo; interações


Vitamina B1 (tiamina): rabo de cavalo contém tiaminasa, uma substância química, que divide a tiamina ou vitamina B1, o que se ingere a cauda de cavalo em grandes quantidades se pode desenvolver uma deficiência de vitamina B1. A tiamina é necessária no nosso corpo para a decomposição dos hidratos de carbono em glicose, daí que o seu défice pode provocar fraqueza muscular, falta de apetite, fadiga, problemas gastrointestinais, etc…


Lítio: O rabo de cavalo por seu efeito diurético pode diminuir a eliminação do lítio. Isto pode aumentar a quantidade de lítio no organismo e levar a efeitos colaterais graves. O lítio é uma substância muito tóxica e aqueles que a consomem devem submeter-se, com frequência, a análise de sangue para controlar os níveis de lítio no corpo. A estes testes são chamados Litemias.
Areca: As nozes de areca como rabo de cavalo diminuem a quantidade de vitamina B1 (tiamina) no organismo. O uso simultâneo destas duas ervas aumenta o risco de desenvolver uma deficiência de vitamina B1.


Contra-indicações do rabo de cavalo


Diabetes: Os diabéticos devem ter cuidado ao tomar esta erva, pois pode reduzir os níveis de glicose no sangue, causando hipoglicemia.


Níveis baixos de potássio: rabo de cavalo pode aumentar a eliminação de potássio do corpo, como fazem a maioria de diuréticos, podendo provocar uma indesejáveis, propõe. A falta de potássio pode causar fraqueza, paralisia, cólicas musculares,…etc, Se já tiver níveis baixos de potássio, melhor do que antes de começar a tomar rabo de cavalo consultar com um especialista.


Infusão de cavalinha: Preparação


Em algumas fontes bibliográficas falam de 1g de rabo de cavalo em forma de cápsula, como dose-padrão por dia e, se se tomar em forma de infusão, a dose pode ser de 2-4g (2 a 4 colheres de chá) por xícara, três vezes ao dia.


Para preparar a infusão, coloque em uma xícara de água fervente, as colheres de sopa de rabo de cavalo, deixe repousar 5 minutos e já está pronto para tomar. Fácil não?